REIP tem novos membros em sua Secretaria Executiva

Após completar 2 anos de criação da REIP, novos representantes de países integram a secretaria executiva da rede para o próximo biênio.

Colômbia e Uruguai são os dois novos países com representação na secretaria da REIP, substituindo Argentina e Chile.

Brasil mantém com sua representação.

Novos representantes da secretaria executiva da REIP:

Colômbia

Piedad Cecilia Serpa Pérez

Coordenadora e professora do Departamento de Gestão Clínica e Segurança do Paciente e da estratégia de Educação Interprofissional (EIP) e Prática Colaborativa (PC) da Faculdade de Ciências da Saúde e Faculdade de Medicina da Universidade de Santander, Piedad é médica com mestrado em gestão de serviços de saúde, qualidade em saúde e segurança do paciente, co-fundadora e membro da UNIREDEIP (Rede Acadêmica de Educação Interprofissional das Américas), cuja missão é desenvolver ações a nível universitário e trabalho colaborativo que favoreçam a avanço da estratégia EIP e PC, para contribuir para a transformação da educação e do talento humano em saúde e alcançar os melhores resultados para pacientes, famílias e comunidades na região das Américas. Ela também é membro da equipe de EIP Colômbia para avançar com as ações da EIP e PC no país.

 

Francisco Ariza Montoya

Representante do Ministério da Saúde e Proteção Social da Colômbia na REIP, Ariza é médico sanitarista com 20 anos de experiência em processos de educação e pesquisa em saúde. Ele participou da formulação e gestão de políticas públicas de saúde e educação, bem como no desenho e execução de projetos de pesquisa social com enfoque transdisciplinar e intercultural. No sistema de saúde colombiano, ele liderou o desenvolvimento de modelos de atenção primária à saúde. Foi professor universitário em saúde pública, políticas de saúde, educação interprofissional, saúde familiar e comunitária, ética e responsabilidade social em saúde, entre outros. Atualmente ele é o coordenador do grupo de educação em saúde do Ministério da Saúde e Proteção Social da Colômbia e referência para o grupo nacional de Educação Interprofissional em Saúde (EIP), uma instância intersetorial que coordena a nível nacional o processo de implementação da EIP.  Ariza é o delegado do Ministério da Saúde e Proteção Social colombiano para reuniões e processos internacionais de EIP.

Uruguai

Mercedes Pérez

Professora da Faculdade de Enfermagem da Universidade da República do Uruguai, ocupando o cargo de Professora Titular do Departamento Materno-Infantil, Mercedes é a reitora da Faculdade de Enfermagem desde o ano de 2013. É formada em enfermagem, especializada em Enfermagem Materno Infantil e em gestão de serviços de saúde. Membro do Conselho de Administração da Associação Latino-Americana de Faculdades e Escolas de Enfermagem (UDUAL, de 2013 até hoje). Membro da Comissão Consultiva de Enfermagem do Ministério da Saúde e do Grupo Consultivo da Presidência Honorária da Covid. Ela participou das reuniões técnicas de educação interprofissional (EIP) organizadas pela OPAS / OMS em Bogotá, Brasília e Buenos Aires. Implementou atividades de promoção da EIP no Uruguai, de acordo com o Plano apresentado na Primeira Reunião Técnica da EIP em Bogotá (2016), com atividades de sensibilização sobre a temática e iniciativas para formação de professores. Mercedes também promoveu no âmbito da Universidade da República a formulação de disciplinas eletivas interprofissionais e divulgou em vários eventos a importância da EIP, bem como as condições normativas da Universidade da República para sua implementação.

Ela publicou um editorial para o Jornal da Associação de Faculdades e Escolas de Enfermagem da América Latina e do Caribe (UDUAL), com abordagem sobre o valor da EIP, participando também de mesas redondas e apresentações em várias conferências internacionais no mesmo tema. É membro da UNIREDEIP.