No Dia Mundial da Saúde a OPAS reforça que ter equipes interprofissionais, preparadas e motivadas, é essencial para responder às necessidades de saúde das pessoas

O Dia Mundial da Saúde (DMS), celebrado em 7 de abril, na Região das Américas teve como foco a saúde universal.

 De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde (OPAS / OMS), todos têm um papel a desempenhar, estimulando debates e contribuindo para o diálogo sobre políticas que podem ajudar o seu país a alcançar e manter a saúde universal.

No que diz respeito aos profissionais de saúde, eles podem discutir as necessidades de equipes de trabalho interprofissionais, preparadas e motivadas, que são essenciais para atender às necessidades de saúde das pessoas, onde quer que elas vivam.

Para comemorar o Dia Mundial da Saúde, com o slogan "Saúde Universal: para todas as pessoas, em todos os lugares", a OPAS / OMS tem como foco a campanha deste ano na atenção primária à saúde (APS), equidade e solidariedade, reforçando que, para alcançar a saúde universal, é necessária a conformação de equipes interprofissionais de saúde.

A OPAS / OMS com a aprovação da Estratégia de Recursos Humanos para o Acesso Universal à Saúde e Cobertura Universal de Saúde (Documento CSP 29/10), no ano de 2017, e com a elaboração de um plano de ação regional (Documento CE 162/16) com objetivos específicos para avançar nessa estratégia, traz como um dos indicadores o número de países que possuem uma equipe interprofissional de saúde definida para o primeiro nível de atenção no marco do modelo de atenção.

Portanto, ter equipes interprofissionais de saúde é um objetivo importante, aprovado pelos Estados Membros da OPAS / OMS, para alcançar a saúde universal, sendo destaque na comemoração do Dia Mundial da Saúde.

Acesse o site do Dia Mundial da Saúde da OPAS/OMS: https://www.opas.org/dms

Informação importante:

  • Equipe interprofissional de saúde consiste em um grupo de múltiplos profissionais de saúde de diferentes profissões, criado intencionalmente, que trabalham juntos para proporcionar melhor qualidade de atenção, atuando por meio de relações de cooperação, coordenação, colaboração e responsabilidade compartilhada, para ofertar atenção centrada no paciente, na família e na comunidade (1).
  • A Educação Interprofissional em Saúde (EIP) é uma estratégia educacional para o desenvolvimento de competências profissionais para o efetivo trabalho em equipe interprofissional.

Existem atualmente 19 países na Região das Américas com planos de ação para a implementação da EIP, com a finalidade de ter equipes interprofissionais em seus sistemas de saúde.
Os planos foram elaborados com base em um chamado da OPAS / OMS a todos os seus Estados membros no ano de 2016.

 

---