México realiza com sucesso o Congresso Internacional de Enfermagem com o tema da EIP

No dia 7 de novembro, a Faculdade de Enfermagem de Victoria (FEV) da Universidade Autônoma de Tamaulipas (UAT), no México, realizou o Congresso Internacional de Enfermagem “Liderando a mudança: o enfermeiro como referência na atenção primária à saúde”.

O evento, cujo marco é a comemoração dos 63 anos de fundação da FEV, foi realizado na cidade de Victoria, destacando a importância de abordar no espaço acadêmico o tema da educação interprofissional (EIP) como estratégia educacional para contribuir com a formação do enfermeiro.

O evento contou com a participação do representante da Rede Regional de Educação Interprofissional das Américas (REIP), José Rodrigues Freire Filho.

Em sua apresentação, Dr. Rodrigues mencionou que o congresso representa uma oportunidade para abordar mais sobre a importância da EIP para a formação de enfermeiro, como forma de contribuir para o desenvolvimento de práticas colaborativas e de trabalho em equipe na Atenção Primária à Saúde.

Além disso, ele mencionou que o enfermeiro, integrado à equipe interprofissional nos serviços de APS, contribui para a gestão de cuidado às pessoas com fatores de risco, doenças agudas leves e distúrbios crônicos, diagnosticados de acordo com os protocolos.

Ele também apontou a relevância de incorporar aspectos inovadores para melhorar a prática e os cuidados de enfermagem na APS, além de destacar o impacto que a EIP tem na saúde da população, influenciando o aprimoramento das práticas de saúde, redução de custos, contribuindo para a segurança do paciente.

Dr. Rodrigues mobilizou os participantes do evento para desenvolver projetos-piloto em EIP, a fim de promover mudanças nos programas curriculares.

Como parte do programa do congresso, outras conferências foram realizadas como: "Estigma e vícios: o papel dos profissionais de saúde da APS"; "Intervenção de Enfermagem para redução do uso de drogas ilícitas"; "Implementação de iniciativas para a promoção da saúde frente à demência e doença de Alzheimer em culturas latinas"; “Autocuidado para os profissionais da saúde” e "Promoção da saúde na comunidade".