Educação Interprofissional presente no Congresso Brasileiro de Educação Médica

A Associação Brasileira de Educação Médica realizou no período de 29 de setembro a 02 de outubro de 2019 o 57º Congresso Brasileiro de Educação Médica (COBEM).

O evento realizado na cidade de Belém, Estado do Pará, teve como tema central: “Educação médica transformadora: compromisso e responsabilidade social.” A 57ª edição do COBEM buscou contribuir com a formação de profissionais que se tornem agentes transformadores da sociedade, por meio do exercício da profissão. Mais de 80 instituições de ensino de Medicina de todo o Brasil participaram do evento.

O tema da Educação Interprofissional contemplou o  Eixo 1 do evento: Currículo e metodologias de ensino-aprendizagem, por meio da realização do Simpósio - Temos evidências de avanços no ensino interprofissional? e contou com a participação de Eliane Gontijo (Professora da Universidade Federal de Minas Gerais), Edson Arpini Miguel (Professor da Universidade Estadual de Maringá) e José Rodrigues Freire Filho (Consultor Internacional em Recursos Humanos para a Saúde da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS).

Os expositores debateram experiencias acadêmicas de implementação da EIP, o panorama nacional da EIP e o movimento regional e global para o avanço da abordagem na educação das profissões da saúde.

Questões como avaliação do impacto do ensino interprofissional, projetos pilotos com a criação de disciplinas de EIP e a sua crescente adesão nas políticas de recursos humanos na região das Américas foram intensamente discutidas durante a sessão.

Foi consenso entre os participantes que o Brasil apresenta capacidade para a implementação do ensino interprofissional. No entanto, diversos desafios precisam ser superados, como a formação docente para a EIP, investimentos em pesquisas no tema, o apoio institucional e estabelecimento de medidas que possam garantir a sua sustentabilidade na realidade das instituições formadoras.